MIS Cine Santa Tereza programação de maio - Santa Tereza Tem
Logo

Agenda

Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

MIS Cine Santa Tereza programação de maio

1 maio, 2019 as 17:00 31 maio, 2019 as 19:30

MIS Cine Santa Tereza programação do mês de maio

O MIS Cine Santa Tereza, no mês de maio apresenta o 10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que traz as diferentes expressões culturais dos países de língua portuguesa através do audiovisual, em ambientes de partilha, intercâmbio e inclusão social.

Em sua 10ª edição, o festival chega pela primeira vez à Belo Horizonte, com a exibição de longas e curtas-metragens de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe. As sessões têm entrada gratuita, mediante retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência. Confira a programação:

Dia 1º, quarta-feira
10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

17h – Sessão Infantil As Aventuras do Avião Vermelho (Frederico Pinto / José Maia | Brasil | 2014 | Aventura| 72 min)
O filme conta a história de Fernandinho, um menino de oito anos que, através da sua imaginação, viaja pelo mundo, supera os seus medos e faz descobertas que marcarão a sua vida para sempre. Adaptação do livro homônimo de Érico Veríssimo. Classificação indicativa: livre.

As aventuras do avião vermelho

19h – O Espinho da Rosa (Filipe Henriques | Portugal / GuinéBissau | 2013 | Drama | 97 min)
Após vencer um dos casos de pedofilia mais emblemáticos do país como advogado da acusação, David Lunga não poderia estar mais satisfeito com os rumos de sua carreira. Ele não esperava, porém, que a resolução desse caso revelaria os terríveis segredos da bela – mas misteriosa – moça por quem irremediavelmente se apaixonou. Rosa seu nome. Classificação indicativa: livre.

Dia 2, quinta-feira, às 19h30
10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

 Jonas (Lô Politi | Brasil | 2016 | Drama | 96 min) Jonas tem 20 anos, uma vida vazia e uma paixão de infância por Branca, filha da patroa de sua mãe. Na véspera do Carnaval, um acidente faz com que ele a sequestre e a esconda no interior da Baleia, carro alegórico da escola de samba do bairro. Na semana entre os desfiles, os dois vivem uma história de amor impossível, dentro da Baleia. Do lado de fora o drama de Jonas se intensifica à medida que a semana corre e ele tem que lidar com as consequências do sequestro. Classificação indicativa: 12 anos.

Jonas

Dia 3, sexta-feira, às 19hCinemateca
 Especial Gato Felix
Exibição de curtas, seguida de exibição com dublagem ao vivo do filme do Gato Felix. Classificação indicativa: livre.

Dia 4, sábado
10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

17h Sessão Infantil
As Aventuras do Pequeno Colombo (Rodrigo Gavi | Brasil | 2015 | Aventura | 88 min)
 O filme se passa na Itália em 1463. Três jovens – Cris, Leo e Lisa – vão descobrir os mistérios do povo de Atlântida e se deparar com sua besta mais feroz, o temível Nautilus. Essa criatura destrói todos os navios europeus que tentam cruzar o Oceano Atlântico. As crianças serão conhecidas posteriormente como Cristóvão Colombo, Leonardo Da Vinci e Monalisa. Classificação indicativa: livre.

As aventuras do pequeno Colombo

Dia 4, sábado
 19h – Uma Vida Sublime (Luís Diogo | Portugal | 2017 | Drama / Suspense | 105 min)
 Dr. Ivan tem a vida perfeita, uma mulher que ama, o emprego que sonhou e dinheiro suficiente para desfrutar da vida ao máximo. A única coisa que o impede de ter uma vida sublime é não conseguir ser feliz rodeado de tristeza. Assim, Ivan tenta combater a infelicidade alheia com dois métodos radicais: o diagnóstico falso de cânceres terminais e a eliminação temporária de alguns dos cinco sentidos das suas “vítimas”.

Uma vida sublime

Dia 5, domingo
 
10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa17h Sessão Sotaques da Língua Portuguesa (91 min)

Misantropo (Guilherme Peleja | Portugal | 2017 | Drama | 13 min)
Percursos (Mauro Pereira | Angola | 2017 | Documentário | 19 min)
Vestindo a religião (Yara Costa | Moçambique | 2017 | Documentário | 13 min)
Miná Kiá (Katya Aragão | São Tomé e Príncipe | 2017 | Drama | 20 min)
Hora di Bai – Hora da Partida (Samira Vera Cruz | Cabo Verde | 2017 | Documentário | 26 min) Classificação indicativa: 12 anos.


Miná Kiá

19h – Zenaida (Alexis Tsafas / Yannis Fotou | Cabo Verde | 2015 | Drama | 66 min)
Uma jovem nascida em Cabo Verde, na África, aos 19 anos de idade experimentou a dura face do sonho europeu e tornou-se vítima do tráfico de seres humanos. Num paralelo de imagens, o filme mostra os dois lados da sua vida: a miséria nos bairros pobres das cidades africanas e a opulência das cidades europeias. Classificação indicativa: 14 anos Classificação indicativa: 16 anos


Zenaida

Dia 8 – QUARTA-FEIRA, ÀS 19H30Sessão de Curtas
“Sotaques da Língua Portuguesa” (115 min)
Misantropo (Guilherme Peleja | Portugal | 2017 | Drama | 13 min)
Percursos (Mauro Pereira | Angola | 2017 | Documentário | 19 min)
Vestindo a religião (Yara Costa | Moçambique | 2017 | Documentário | 13 min)
Miná Kiá (Katya Aragão | São Tomé e Príncipe | 2017 | Drama | 20 min)
Hora di Bai – Hora da Partida (Samira Vera Cruz | Cabo Verde | 2017 | Documentário | 24 min)
Tara Bandu (Victor Souza Pereira | Timor Leste | 2017 | Documentário | 26 min)
Classificação indicativa: 12 anos.

Hora di Bai

Dia 09 – QUINTA-FEIRA, ÀS 19H30

Uma Vida Sublime (Luís Diogo | Portugal | 2017 | Drama/Suspense | 105 min)
Dr. Ivan tem a vida perfeita, uma mulher que ama, o emprego que sonhou e dinheiro suficiente para desfrutar da vida ao máximo. A única coisa que o impede de ter uma vida sublime é não conseguir ser feliz rodeado de tristeza. Assim, Ivan tenta combater a infelicidade alheia com dois métodos radicais: o diagnóstico de cânceres terminais falsos e a eliminação temporária de alguns dos cinco sentidos das suas “vítimas”.
Classificação indicativa: 16 anos.

Vida Sublime

Dia 10 – SEXTA-FEIRA, ÀS 19H30

O Espinho da Rosa (Filipe Henriques | Portugal / Guiné-Bissau | 2013 | Drama | 97 min)
Após vencer um dos casos de pedofilia mais emblemáticos do país como advogado da acusação, David Lunga não podia estar mais satisfeito com o rumo que a sua carreira toma. Porém, não esperava que a resolução desse caso passasse por desvendar os terríveis segredos da bela, mas misteriosa, moça por quem irremediavelmente se apaixona. Rosa é o seu nome.
Classificação indicativa: 12 anos.                                               

Dia 11/05 – SÁBADO
Às 17h – Sessão Infantil
As Aventuras do Avião Vermelho (Frederico Pinto / José Maia | Brasil | 2014 | Animação | 72 min).
O filme conta a história de Fernandinho, um menino de oito anos que, através da sua imaginação, viaja pelo mundo, supera os seus medos e faz descobertas que marcarão a sua vida para sempre. Adaptação do livro homônimo de Érico Veríssimo. 
Classificação indicativa: livre.

Aventuras do avião vermelho

Às 19h =Zenaida (Alexis Tsafas/Yannis Fotou | Cabo Verde | 2015 | Drama | 66 min)
Uma jovem nascida em Cabo Verde, na África, aos 19 anos de idade experimentou a dura face do sonho europeu e tornou-se vítima do tráfico de seres humanos. Num paralelo de imagens, o filme mostra os dois lados da sua vida: a miséria nos bairros pobres das cidades africanas e a opulência das cidades europeias.
Classificação indicativa: 14 anos

Dia 12/05 – DOMINGO

Às 17h – Sessão Infantil
As Aventuras do Pequeno Colombo (Rodrigo Gavo | Brasil | 2015 | Animação | 88 min)

O filme se passa na Itália em 1463, onde três jovens, Cris, Leo e Lisa vão descobrir os mistérios do povo de Atlântica e se deparar com sua besta mais feroz, o temível Nautilus. Esta criatura destrói todos os navios europeus que tentam cruzar o Oceano Atlântico. As crianças serão conhecidas posteriormente como Cristóvão Colombo, Leonardo Da Vinci e Monalisa.
Classificação indicativa: livre.

Às 19h -Jonas (Lô Politi | Brasil | 2016 | Drama | 96 min)

Jonas tem 20 anos, uma vida vazia e uma paixão de infância por Branca, filha da patroa de sua mãe. Na véspera do carnaval, um acidente faz com que ele a sequestre e a esconda no interior da Baleia, carro alegórico da escola de samba do bairro. Na semana entre os s desfiles, os dois vivem uma história de amor impossível, dentro da Baleia. Do lado de fora o drama de Jonas se intensifica à medida que a semana corre e ele tem que lidar com as consequências do sequestro. Classificação indicativa: 12 anos

Dia 15, quarta-feira, às 19h30
A Loira e a Papuda (Patrícia Teles | Brasil | 2016 | Documentário | 12 min)
Aborda duas lendas urbanas de assombrações femininas da capital mineira: a Loira do Cemitério do Bonfim e a Maria Papuda do Palácio da Liberdade.

Família Muniz (Marcos Pimentel | Brasil | 2016 | Documentário | 17 min)
O cotidiano, as crenças e celebrações de uma família que, há mais de 60 anos, comanda a Guarda OS CIRIACOS, uma irmandade de Nossa Senhora do Rosário.

Funk da Nossa Gente (Pedro Vasconcelos | Brasil | 2016 | Documentário | 12 min)
Apresenta a musicalidade do funk consciente como ferramenta política, contestadora e denunciativa.

Bênção (Guilherme Reis / Marcelo Reis | Brasil | 2016 | Documentário | 17 min)
Como em um tempo paralelo, Dona Dalila, 97 anos, vive na cidade de Belo Horizonte, onde pessoas a procuram para uma bênção.
Classificação indicativa: livre.

A Loura e a Papuda

Semana Nacional de Museus | Mostra Raízes
Dia 16, quinta-feira, às 19h30
Inventório (Mírian Rolim | Brasil | 2016 | Documentário | 17 min)
Quando a noite desce, a Serra do Curral e as imagens ficam menos precisas, os fantasmas de Belo Horizonte se manifestam, revelando o vazio de uma perda, a solidão de uma ausência, o abandono de um lugar e a memória
fragmentada de uma cidade que desvanece.

Guarda de Congo Feminina Nossa Senhora do Rosário (Guga Barros | Brasil | 2016 | Documentário | 17 min)
Apresenta a Guarda de Congo Feminina Nossa Senhora do Rosário, uma pequena transgressão à cultura popular e religiosa de Minas Gerais.

Brejo Grande – Festas Juninas (Marinho Antunes e Zinho de Araújo | Brasil | 2016 | Documentário | 12 min)
Desde a formação do grupo de quadrilha “Brejo Grande” no início dos anos 70, os dançarinos – durante alguns meses do ano – acordam, alimentam-se, conversam, discutem, festejam, sonham, planejam e respiram os festejos juninos.

Cantos de Trabalho – Música Folclórica Brasileira (Humberto Mauro | Brasil | 1955 | Documentário | 10 min)
O ritmo das músicas inspiradas nas atividades do trabalho. Apresentação do “Canto do pilão”, “Canto do barqueiro” e do “Canto de pedra”.
Classificação indicativa: livre.


Guarda de Congo Feminina Nossa Senhora do Rosário

Dia 17, sexta-feira, às 19h30
Aboio (Marília Rocha | Brasil | 2005 | Documentário | 77 min)
No interior do Brasil, adentrando as extensões semiáridas da caatinga, há homens que ainda hoje conservam hábitos arcaicos, como o costume de tanger o gado entoando um canto chamado aboio. O filme aborda a
música, a vida, o tempo e a poesia dos vaqueiros do sertão.
Classificação indicativa: livre.

Aboio



Semana Nacional de Museus | Mostra Raízes
Dia 18, sábado
17h | Sessão Infantil
O Curupira – (Humberto Avelar | Brasil | 2003 | Animação | 12 min)
O Boto (Humberto Avelar | Brasil | 2006 | Animação | 12 min)
Matinta Pereira(Humberto Avelar | Brasil | 2007 | Animação | 12 min)
Saci –(Humberto Avelar | Brasil | 2008 | Animação | 12 min)
Iara (Humberto Avelar | Brasil | 2006 | Animação | 10 min)
Classificação indicativa: livre.

Curupira

19h – A Rainha Nzinga Chegou
(Júnia Torres / Isabel Casimira Gasparino | Brasil | 2019 | Documentário | 74 min)
Antigos reinos bantos com suas coroas, séquitos e guardas, seus cosmos singulares, (re)existem hoje nas terras das Minas Gerais. Três gerações de rainhas e uma travessia de volta, em visita aos domínios da mítica Nzinga, às terras dos reis do Congo, aos cantos de Angola, pelos descendentes da Rainha da Guarda de Moçambique Treze de Maio, Isabel Casimira, personagem central dessa história.
Classificação indicativa: livre.

A Rainha Nazinga chegou

Dia 19, domingo
17h – Marias (Joana Mariani | Brasil | 2016 | Documentário | 75 min)
Uma jornada pelo feminino através das festas marianas da América Latina. A diretora Joana Mariani acompanhou as festas das Nossas Senhoras padroeiras do Brasil, do México, do Peru, de Cuba e da Nicarágua, observando as semelhanças e diferenças entre as culturas e buscando vozes com grandes histórias para contar. Classificação indicativa: livre.

Marias



19h – O Pagador de Promessas (Anselmo Duarte | Brasil | 1962 | Ficção | 98 min)
Depois de seu asno de estimação ter sido atingido por um raio, Zé do Burro faz a promessa de carregar nas costas uma imensa cruz de madeira até a igreja de Santa Bárbara. Porém, sua jornada acaba se tornando um pesadelo. Classificação indicativa: livre.

O pagador de promessa

Dia 21, terça-feira, às 19h30 – Cinema falado
Tocaia no Asfalto (Roberto Pires | 1962 | Brasil | Thriller | 102 min)
Um pistoleiro é contratado para matar um político corrupto. Porém, o acordo é cancelado. Apesar de ser um matador, o homem leva seu trabalho a sério e prefere ir até o fim.
Classificação indicativa: 14 anos.

Tocaia no Asfalto

Dia 22, quarta-feira, às 19h30
Mostra Raízes
Terra Deu, Terra Come (Rodrigo Siqueira | Brasil | 2010 | Documentário | 88 min) Memória e ficção se misturam na história do garimpeiro Pedro de Almeida, um dos últimos conhecedores dos vissungos, cantigas em dialeto cantadas durante os rituais fúnebres do interior de Minas Gerais. Pedro comanda o velório, o cortejo fúnebre e o enterro de João Batista, que morreu com 120 anos. O ritual acontece no Quilombo Quartel do Indaiá, distrito de Diamantina, Minas Gerais.
Classificação indicativa: 12 anos.

Terra deu terra come

Dia 23, quinta-feira, às 19h30
Mostra Raízes
Moro no Brasil (Mika Kaurismäki | Brasil / Alemanha / Finlândia | 2010 | Documentário | 105 min) Estilos como o frevo, o maracatu, o samba de coco, embolada e forró alimentam a história multicultural do Brasil, com suas influências indígenas, africanas e portuguesas. A riqueza musical fala por si e mostra a importância que tem na vida dos brasileiros.
Classificação indicativa: livre.

Dia 24, sexta-feira, às 19h30
Mostra Raízes
Línguas: Vidas em Português
(Victor Lopes | Brasil | 2004 | Documentário | 105 min)
Todo dia, duzentos milhões de pessoas levam suas vidas em português. Fazem negócios e escrevem poemas. Brigam no trânsito, contam piadas e declaram amor. Todo dia, a língua portuguesa renasce em bocas brasileiras, moçambicanas, goesas, angolanas, japonesas, caboverdianas, portuguesas, guineenses. Língua da qual povos colonizados se apropriaram e reinventaram. Língua que novos e velhos imigrantes levam consigo para dizer certas coisas que nas outras não cabe.
Classificação indicativa: livre

Língua: Vidas em português

Dia 25, sábado,

17h – Sessão Infantil
Dentro da Caixinha (Guilherme Reis | 2016 | Brasil | Fantasia | 44 min) Arthur, Laura e João são três irmãos que vão passar as férias na casa da avó. Munidos de celulares e videogames, eles veem seus planos de se divertirem com as tecnologias frustrados quando uma tempestade provoca queda de energia. Ao ver seus netos entediados, a avó Neusa revira seu baú de lembranças e surpreende as crianças com as divertidas brincadeiras de roda. Classificação indicativa: livre.

Dentro da caixinha

Às 19h – Tarja Branca (Cacau Rhoden | Brasil | 2014 | Documentário | 79 min) As brincadeiras infantis fazem parte de nossa formação social, intelectual e afetiva. Por elas nos socializamos, nos definimos e introjetamos muitos dos hábitos culturais da vida adulta. Todos brincamos na infância e, no brincar, fomos livres e felizes. Mas será que ainda carregamos essa subjetividade brincante e cultura lúdica vivas dentro de nós? Será que a criança que fomos se orgulharia do adulto que nos tornamos? Tarja Branca é um manifesto sobre a importância de continuar sustentando um espírito lúdico que surge em nossa infância e que o sistema nos impele a abandonar em nossa vida adulta. Classificação indicativa: livre.

Tarja Branca

Dia 26, domingo
Premiados MUMIA
17h – Curtas
Contrastes – Impressões de Israel (Jackson Abacatu | 2018 | Brasil | Animação | 10 min)
Metamorfose (Jane Carmen oliveira | 2017 | Brasil | Animação | 5 min) Torre (Nádia Mangolini | 2017 | Brasil | Animação | 18 min)
Tailor (Calí dos Anjos | 2017 | Brasil | Animação | 10 min)
Fazenda Rosa (Chia Beloto | 2017 | Brasil | Animação | 9 min) Classificação indicativa: 14 anos.

Fazenda Rosa

19h – Mostra Raízes
A Nação que não Esperou por Deu
s (Lúcia Murat / Rodrigo Hinrischen | 2015 | Brasil | Documentário | 90 min)
O registro gira em torno da tribo indígena Kadiwéu, que vive no Mato Grosso do Sul. Entre 1999 e 2014, luz elétrica, televisão e igrejas chegaram ao local. O objetivo é analisar as mudanças diante desses acontecimentos. Classificação indicativa: livre.

A nação que não esperou por Deus

Dia 29, quarta-feira
Mostra Cinema Europeu
17h Amanhecer em Kimmeria
(Sunrise in Kimmeria | Simon Farmakas | 2018 | Chipre | Comédia | Legendado | 100 min) Uma vila remota do Chipre se torna tragicômica quando um objeto não identificado cai numa plantação de batatas dentro da linha verde de controle da ONU. Um jovem fazendeiro cava o objeto que desencadeia uma série de eventos. Classificação indicativa: 12 anos.

19h30 The Startup – Dá Play no Seu Futuro (The Startup – Accendi il tuo futuro | Alessandro D’Alatri | 2017 | Itália | Drama Biográfico | Legendado | 97 min)
Matteo Achilli tem 18 anos e quer se tornar um nadador de sucesso. Seu treinador, no entanto, favorece seu próprio filho, que treina no mesmo time de Matteo, mas não é tão bom quanto ele. Matteo percebe que o companheiro de time é favorecido por ser recomendado e protegido e não pelo mérito. Porém, ele não desanima e resolve procurar sua revanche: matricula-se em uma prestigiada Universidade e cria um aplicativo capaz de classificar candidatos para diferentes tarefas profissionais usando um algoritmo matemático que avalia o mérito. O filme é baseado em fatos reais. Classificação indicativa: 14 anos.


The Startup – Accendi il tuo futuro

Dia 30, quinta-feira – Mostra de Cinema Europeu
às 17h Construindo o Futuro (Vom Bauen der Zukunft – 100 Jahre Bauhaus | Niels Bolbrinker / Thomas Tielsch | 2018 | Alemanha | Documentário | Legendado | 95 min)
Como a arquitetura pode garantir que as pessoas vivam melhor juntas e participem da vida cotidiana? O filme resgata o começo da Escola de Bauhaus, dedicando-se ao primeiro grupo de seguidores até Walter Gropius. Além disso, explora as mudanças que a Escola sofreu desde sua fundação e quais movimentos e inspirações surgiram a partir dela.
Classificação indicativa: livre

19h30 – Liz, a Fada Raposa (Liza, a Rókatündér | Károly Ujj Mészáros | 2015 | Hungria | Comédia | Legendado | 98 min)
Na Budapeste de 1970, a enfermeira Liza sonha com um romance. Porém, todos os seus pretendentes morrem de forma extrema e violenta, fazendo com ela tema o pior: a possibilidade de ser uma fox fairy, um demônio da mitologia japonesa.
Classificação indicativa: 16 anos

Dia 31, sexta-feira – Mostra do Cinema Europeu

17h- O Que Estamos Esperando? (Qu’est-ce qu’on attend? | Marie-Monique Robin | 2016 | França | Documentário | Legendado | 119 min) Quem acreditaria que a campeã internacional das cidades em transição é uma pequena comunidade francesa? No entanto, Rob Hopkins, fundador do movimento das cidades em transição, é quem diz isso. O filme conta como uma pequena cidade da Alsácia, de 2.200 habitantes, começou o processo de transição para a era do pós-petróleo, decidindo reduzir seu impacto ambiental.
Classificação indicativa: livre.

19h30 – Os Exilados Românticos (Los Exilados Románticos | Jonás Trueba | 2015 | Espanha | Drama Romântico | Legendado | 70 min)
Três amigos realizam uma viagem em busca de amores idílicos e efêmeros. O que eles pretendem é experimentar novas emoções que os façam sentir-se vivos. Poderia ser uma tentativa de gastar os últimos momentos da juventude com certo heroísmo, mas também poderia ser uma mostra da decadência do gênero masculino.
Classificação indicativa: 12 anos.

Serviço
MIS Cine Santa Tereza- Programação da semana
30 de abril a 05 de maio
Local: Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza
Entrada franca
https://www.facebook.com/miscinesantatereza/

Anúncios