Santa Tereza também tem Liverpool - Santa Tereza Tem
Logo

Santa Tereza também tem Liverpool

Santa Tereza também tem Liverpool, só que da Skina

Reportagem e fotos de Marina Morgan

Na esquina das Ruas Adamina com Salinas, perto da Praça de Santa Tereza, está o Liverpool da Skina, parte da paisagem do bairro há 27 anos. Uma mistura de bar e lanchonete. Lá é possível encontrar tudo que é esperado de uma “venda” do interior: salgados de estufa, linguiça, bebidas alcóolicas, balas, cigarros, fósforos e até presto barba.

 E no balcão, o bem-humorado José Roberto, dono do bar, que veio da sua cidade Januária, no Norte de Minas, para Belo Horizonte, em 1990. A ideia, como de muitos jovens do interior na época, era estudar na capital.  Mas ele acabou mesmo foi se tornando comerciante, quando, em 1996, abriu seu primeiro empreendimento, Pizza Liverpool, no mesmo lugar onde está atualmente.

Depois disso, sempre com o mesmo nome, Liverpool, o espaço já abrigou um restaurante self-service, um bar e uma lanchonete – formato em que funciona até os dias de hoje e cujos clientes são, principalmente, os alunos do Colégio Tiradentes. Mas é frequente em uma mesa na calçada, ver o Zé Roberto, com os amigos por ali conversando.

Juntos dos Beatles, Raul Seixas e a grande e lendária língua dos Rolling Stones

De acordo com Zé Roberto, como é chamado pelos amigos e clientes, o nome “Liverpool” foi escolhido por dois motivos principais: o primeiro deles é ser muito ligado à música e ser fã dos Beatles, os quatro cavalheiros de Liverpool. O segundo motivo é sua interpretação das letras L e P. Nas palavras dele, “ todo ser humano quando está com a Liberdade de Pensamento Livre de Problemas, ele cria um neologismo, uma palavra nova, uma poesia, uma música. Falando com Deus, com o dono do universo, ele vai além dos infinitos buscar o belo e o bonito”

As paredes do espaço são decoradas com quadros do quarteto britânico, que foram trazidos da Inglaterra, especificamente de Liverpool, pela filha de um dos vizinhos da lanchonete. A decoração conta ainda com frases de músicas dos Beatles, objetos religiosos e fotos de Diamantina e do presidente Juscelino Kubitschek – também presentes dos vizinhos frequentadores mais assíduo.

Zé Roberto traz uma interpretação mais profunda acerca da decoração da lanchonete, que vai além da questão estética. Conforme o proprietário, o país está passando por um momento muito crítico e as pessoas estão se esquecendo de celebrar a vida. Em contrapartida a esse movimento, ele escolheu frases animadoras e reflexivas para colocar nas paredes. Duas delas, pintadas do lado de fora, trazem o bairro como evidência: “nas asas do vento, na marcha do tempo, na cultura do encontro, Santa Tereza tem história, tradições, segredos, encantos, poesia, cinema, música” e “Santê iluminada no seu DNA e no brilho do teu olhar. Pode chegar, tenha certeza, a felicidade mora em Santa Tereza.”

Em contramão à última frase, Zé Roberto não mora, oficialmente, em Santa Tereza. Apesar disso, encontra-se no bairro “de segunda a segunda, das seis da manhã até às sete, oito horas da noite”, quando é hora de fechar a lanchonete.

Matérias relacionadas

Bares de Santê

La Crepe
Bar da Çãozinha
Fundos da Floresta
Bar do Orlando

Anúncios