PBH adia aulas de crianças de 5 a 11 anos e anuncia exigência de teste em evento - Santa Tereza Tem
Logo

PBH adia aulas de crianças de 5 a 11 anos e anuncia exigência de teste em evento

As aulas presenciais na capital para os alunos de 5 a 11 anos serão iniciadas no dia 14 de fevereiro. A nova data foi anunciada pelo prefeito Alexandre Kalil, em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, dia 26. Segundo o prefeito, a medida foi tomada para que se tenha tempo hábil do recebimento de remessas de vacina contra a Covid-19 e para a imunização das crianças dessa faixa etária. As atividades escolares para alunos acima de 12 anos e menores de 4 anos estão autorizadas em Belo Horizonte.

Coletiva do prefeito Kalil – Foto de Rodrigo Clemente

“É obrigação pública, humana e do gestor público de proteger a criança. E é o que nós vamos fazer. Mas nós precisamos da colaboração da população. Quero dizer como pai e avô: quem estiver me ouvindo, levem seus filhos, pelo amor de Deus, para se vacinar”, disse o prefeito.

O prefeito frisou que considera uma crueldade que os pais, já vacinados, não levem os filhos para a vacinação ou que tenham medo da vacina. “As nossas crianças não estão todas protegidas, nem vacinadas. Não podemos nos expor a idiotas negacionistas. O que estamos pedindo é a proteção dos filhos, dessas crianças”.

Durante a coletiva à imprensa, o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, enfatizou que a imunização é a medida mais eficaz no combate à doença. “Gostaria de reforçar a ideia de que as vacinas são absolutamente seguras e a eficácia já é comprovada na redução da necessidade de hospitalização, tanto em leitos de Enfermaria quanto de UTI”, explicou.

Exigência de teste

Nesta quarta-feira, foi anunciado ainda que, a partir de segunda-feira, dia 31, para a entrada em todos os eventos realizados na capital será exigido, além do comprovante de vacinação, o teste negativo para a Covid-19. A medida é para diminuir a transmissibilidade do vírus.

A decisão foi tomada após uma série de reuniões realizadas junto ao Comitê de Enfrentamento à Covid-19 para monitoramento dos indicadores. Os índices são acompanhados diariamente e têm apresentado aumento nas últimas semanas. Nesta quarta-feira o Rt está em 1,15, a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid em 82,1% e de Enfermaria em 82,2%.

É imprescindível que população continue mantendo todas as recomendações sanitárias como o uso correto de máscaras, evitar aglomerações, lavar as mãos com frequência e manter a etiqueta respiratória e a situação vacinal em dia. Para garantir a assistência à população a Secretaria Municipal de Saúde, tem definido estratégias para manter o pleno atendimento nas unidades de saúde, de acordo com a demanda.

Ampliação de leitos

Nesta quarta-feira, dia 26 de janeiro, a Prefeitura de Belo Horizonte abriu mais 12 leitos de UTI Covid adulto e 10 pediátricos na Rede SUS-BH. Já sobre os leitos de Enfermaria Covid houve a ampliação de 71 de leitos adultos e 4 pediátricos. Já na quinta-feira, dia 27 de janeiro, serão ampliados mais 35 leitos de Enfermaria pediátricos.

Desde o início do mês de janeiro foram abertos pelo Município 429 leitos de Enfermaria Covid adulto 4 pediátricos e 44 leitos de UTI Covid adulto e outros 20 pediátricos. É importante reforçar que pacientes com quadros gripais, ainda sem resultado para a Covid-19, também podem estar internados nos leitos de UTI e Enfermaria dedicados à doença, já que os sintomas são semelhantes.

Contratações

Para recompor as equipes, do dia 24 de dezembro de 2021 a 25 de janeiro de 2022, o município contratou 1.360 profissionais de saúde, sendo 309 médicos em diversas especialidades. A Secretaria Municipal de Saúde trabalha ininterruptamente para manter plenas condições de assistência a toda a população.

Há ainda um banco de currículos para contratação imediata de médicos. Os interessados devem acessar o Portal da Prefeitura de Belo Horizonte para realização do cadastro.

Informações do site da PBH –

Anúncios