Passeio pelas ruas de Santê: Estrela do Sul e Eurita - Santa Tereza Tem
Logo

Passeio pelas ruas de Santê: Estrela do Sul e Eurita

Texto e fotos: Eliza Peixoto
Fonte: Os Caminhos do Bairro Santa Tereza , Luis Góes

Pegue o bonde e vamos conhecer as Ruas Estrela do Sul e Eurita.

Estrela do Sul

O nome data de 1924 e integra a lista das ruas, cuja denominações, homenageiam as cidades do interior de Minas.   Começa na Rua Tenente Vitorino ,08 e termina na Conselheiro Rocha, 1815. Passa ao lado da Praça Duque de Caxias, cruza com a Mármore, Eurita, Epidoto e Conselheiro Rocha, dividindo-se em quatro quarteirões.

É uma das poucas ruas em que ainda não há construção de prédios, apenas casas. O calçamento é de pé de moleque e a rua conserva aquele ar bem interiorano.

A rua já foi palco de muita história, pois ali ficava o Bar Barbarella, que era ponto de encontro de uma turma grande de rapazes do bairro e de onde saiu a Banda Santa.

O famoso Bar Barbarella, onde hoje fica o Ateliê de Costura da Vilma

Lá também fica Cine Santa Tereza (atualmente o MIS- Museu de Imagem e do Som – Cine Santa Tereza), que integra o circuito tombado da área pela Diretoria Municipal de Patrimônio Histórico. Inaugurado em 1944, para os mais antigos, é fonte de muitos causos e saudade. Devido à pandemia, a biblioteca e as sessões de cinema estão paradas.

MIS Cine Santa Tereza

 Em frente ao cinema neste quarteirão, aos domingos, funciona a Feira de Artesanato.   Abaixo do cinema está a Casa de Caldos e um dos dois postos de gasolina do bairro, na esquina com a Mármore.

Na esquina em frente está o Restaurante Sheridan (tradição de 30 anos) e a Sorveteria. No prédio comercial funcionam academia STE no térreo, do outro lado o Salão de Beleza, a Barbearia São José e a Ótica do Geraldo, a Santa Tereza.

A Rua Estrela do Sul tem um importante papel na história do bairro, pois além do cinema, inaugurado em 20 de maio de 1944, tem o antigo sobrado Recanto da Seresta e o Ideal Clube Teatro Escola, no número 126.

O Ideal Clube Teatro Escola foi fundado em 21 de abril de 1947. A sede foi resultado da doação do terreno pelo então prefeito de Belo Horizonte, Otacílio Negrão de Lima, em 1951. Atualmente é ocupado pelo grupo Hahaha, um coletivo de palhaços que faz apresentações em hospitais públicos e oferece aulas de palhaçaria.

Instituto HaHaHa, antigo Teatro Ideal.

O Recanto da Seresta, criado no final da década de 30, já foi palco, não só das famosas serestas, mas de bailes de forró e do famoso Samba da Meia Noite. Hoje lá funciona uma academia de Jui Jitsu e Defesa Pessoal.

O muro à esquerda é da CMDCA

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), órgão da Prefeitura de Belo Horizonte, funciona também na Estrela do Sul, s/n (em frente ao número 135).

Descendo a ladeira, já quase no final, você pode comer uma deliciosa tapioca baiana, na bicicleta da Cris, que fica estacionada quase na esquina com Conselheiro Rocha, de sexta a domingo, a partir do meio dia. São deliciosas mesmo.

Dentro do processo de tombamento do bairro estão os imóveis de números 211; 221; 254; 262.

Cidade Estrela do Sul

Estrela do Sul é uma pequena cidade do interior do estado de Minas Gerais, localizada a 520 km de Belo Horizonte. Sua população estimada em julho de 2017 era de 7 981 habitantes.  O distrito foi criado em 1854 com a denominação de Diamantino da Bagagem e pertencente ao município de Patrocínio.  Recebeu em 1901 a sua denominação atual em homenagem ao diamante “estrela do sul”, encontrado sobre um monte de cascalho, segundo a história, pela escrava Rosa. De rara beleza a pedra pesava  254,5 quilates. 

A cidade preserva antigos casarões coloniais,  sobrados, igrejas, e peças que lembram a corrida pelos diamantes e compõem o Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural, todos tombados por Lei Municipal. A cidade é também famosa pelo trabalho de seus artesãos. O município integra o circuito turístico do Triângulo Mineiro.

Rua Eurita

É uma rua, que em sua parte mais alta, tem uma das mais lindas vistas do bairro e da Serra do Curral. Começa na Rua Grafito, 144 e termina na Rua Conselheiro Rocha, 2224. O nome integra a lista dos minerais.

Nela estão casas lindas, bem antigas, algumas dentro do processo de tombamento (as de números 030; 062; 144; 201; 204; 219; 230; 240; 274; 377; 385; 471), o que lhe garante, em alguns lugares, a permissão para construções novas de até 12 metros de altura.

O calçamento de pedras pé de moleque (apesar também dos remendos asfálticos), o pouco movimento de trânsito, as casas, já que são seis os prédios, lhe conferem aquele ar gostoso das cidades do interior.

É uma rua praticamente residencial, sem comércios, a não ser um salão e uma oficina de molduras. Faz esquina com as Ruas Grafite, Gabro, Ângelo Rabelo, Xisto, Adamina, Estrela do Sul, Tenente Durval, Quimberlita e Conselheiro Rocha. São sete quarteirões, entre subidas e descidas, sendo que entre as Ruas Xisto e Grafito é bem íngreme e muitos motoristas evitam passar por lá.

Na esquina com a Rua Adamina fica a Creche Escola Infantil São Vicente de Paula, e logo em frente a escadaria que dá passagem para a Vila Dias. Nesse ponto, em um sobrado antigo, funciona sede do AAA (Alcoólatras Anônimos).

A seguir vem os fundos da Igreja de Santa Teresa e Santa Teresinha, onde, antigamente, enquanto o templo estava em construção, as celebrações eram feitas no porão, com entrada pela Rua Eurita.

O Ateliê de Cerâmica da famosa ceramista Erli Fantini fica na esquina com Quimberlita, onde a artista produz suas obras que rodam pelo mundo. Na sua finalização,, ela estreita-se protegida por um gradil de cimento.

Muro do Ateliê Erli Fantini
Eurita com Estrela do Sul

O que é Eurita

Rocha mineral constituído de quartzo de grão fino e sílica. Em nossa pesquisa, encontramos poucas informações sobre este mineral.

Matérias relacionadas

Passeio pelas ruas de Santê I

Passeio pelas ruas de Santê II

Passeio pelas ruas de Santê III

Passeio pelas ruas de Santê IV

Passeio pelas ruas de Santê V

Passeio pelas ruas de Santê VI – Letra C

Passeio pelas ruas de Santê VII – Letra D

Passeio pelas ruas de Santê VIII – Letra E

Anúncios