Diversidade sonora no Memorial - Santa Tereza Tem
Logo

Diversidade sonora no Memorial

Neste fim de ano o Memoria Minas Vale apresenta o projeto Diversidade sonora. Confira a programação:

28/12 – KRISTOFF SILVA FAZ SHOW “CANÇÕES COMENTADAS”

No dia 28 de dezembro, segunda-feira, às 19h30, o músico Kristoff Silva apresenta o show “Canções Comentadas”, em que ele convida o público a abrir espaço ao delicado, para acessar o jardim interno de cada um, onde reverberam canções. “Musgo em pedra, flor no asfalto, gota que não seca, janela em silêncio, mas aberta”, filosofa o artista. A apresentação integra o projeto “Gerais, Cultura de Minas” do Memorial Vale.

Kristoff é compositor, professor de teoria musical e autor de trilhas para teatro, poesia e dança. Além do recente “Deriva” (2013), possui também um DVD (“Ao vivo na Casa da Ópera”, com participação de Ná Ozzetti (2008) e outros dois Cds. Dentre seus parceiros, destacam-se Luiz Tatit, Makely Ka, Mauro Aguiar e Bernardo Maranhão. O evento faz parte do projeto “Gerais Cultura de Minas” do Memorial Vale.

28/12, 29/12 e 30/12 – DOCUMENTÁRIO “DANÇA INCLUSIVA” COM CIA MOVIMENTE

Nos dias 28, 29 e 30 de dezembro, segunda, terça e quarta-feira, às 11 horas, o Memorial Vale apresenta o documentário “Dança Inclusiva”, da Companhia Movimente, de Cláudia Nunes, de Uberlândia (MG). O vídeo mostra o ensino e a prática de dança para pessoas com deficiência. O evento integra o projeto “Gerais, Cultura de Minas” do Memorial Vale.

Claudia Nunes é bailarina, professora e coreógrafa formada em psicologia, com especialização em arteterapia. Desenvolve pesquisa em dança de pessoas com deficiência há 20 anos.

30/12 – “PERFORMANCE PERCUSSIVA: SONS E POEMAS”, COM BABILAK BAH

No dia 30 de dezembro, quarta-feira, às 19h30, o Memorial Vale traz Babilak Bah, que fará o show “Performance Percussiva: sons e poemas”. A proposta é trazer ao Memorial Vale uma apresentação intimista, em que o artista explora e revela suas pesquisas sonoras em diversos objetos, como enxadas, berimbacia e berimboca, permeadas e enriquecidas com seus poemas. Babilak Bah mostra uma diversidade de caminhos no campo da linguagem e outros signos. O evento integra o projeto “Gerais Cultura de Minas”, do Memorial Minas Gerais Vale.

Babilak Bah é um versátil artista afro-brasileiro que, há 30 anos radicado em Belo Horizonte, constrói de maneira independente e contínua seu trabalho autoral, caracterizado na pesquisa e lapidado e enriquecido em sua vivência. Movido pela inquietude de compreender a identidade e a diversidade brasileira, sua trajetória se destaca pela pesquisa e pelo experimentalismo percussivo, associado com a cultura de tradição marcadas pela estética negra.

30/12 – DIVERSIDADE PERIFÉRICA COM MC PABLO

No dia 30 de dezembro, quarta-feira, às 20 horas, o projeto Diversidade Periférica do Memorial Vale encerra 2020 subindo os becos e as vielas do Aglomerado da Serra com o jovem MC Pablo, que retrata em suas letras as histórias e vivências da favela.

Nascido e criado no Aglomerado da Serra, uma favela de Belo Horizonte, o jovem Pablo Ramos iniciou carreira no funk em 2005, cantando nos eventos e bailes da cidade, distribuindo músicas aos amigos. Participou de uma série de programas da Rede Globo Minas sobre a vida nas favelas, e esta experiência aumentou seu envolvimento com a sua comunidade. Ao terminar esse trabalho em 2020, sua primeira música lançada foi “Gente da Nossa Gente”, que tem videoclipe no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=do1sLRS6Mpg. Outras duas músicas – “Bloco do Milhão” e “Convite para as solteiras” – lhe renderam mais visibilidade e participações em importantes rodas de funk no Rio de Janeiro. Com letras que falam sobre o cotidiano das comunidades, MC Pablo mostra personalidade e desinibição na condução de seus shows.

O projeto Diversidade Periférica tem a curadoria de Patrícia Alencar, que traz para o Memorial Minas Gerais Vale uma programação artística-cultural com conteúdos que mergulham na trajetória ancestral dos becos e vielas do espaço de saber chamado Favela, e também das comunidades de periferia de Belo Horizonte e vizinhanças.

Anúncios