Coisas de Santê – Sebo Macunaíma Livros - Santa Tereza Tem
Logo

Coisas de Santê – Sebo Macunaíma Livros

Reportagem e imagens: Isa Patto

É inegável que Santa Tereza seja um dos bairros mais ricos culturalmente da capital mineira. E não é conversa fiada, pois não é que aqui, em Santa Tereza, tem um sebo de livros, repleto de raridades da literatura nacional e mundial?  É o Macunaíma Livros, do nosso vizinho, Geraldo Cesar Madureira, o Cesinha, professor aposentado e poeta, que mora há mais de 30 anos no bairro e tem o sebo, repleto de raridades, há mais de 20 anos, à Rua Azurita.

Cesinha em meio a milhares de livros espalhados por várias estantes em sua casa.
Cesinha entre suas raridades

Paulista de Bauru, a paixão pela literatura herdou de sua mãe, professora, que alfabetizou o menino Cesinha, mesmo antes de ele entrar para a escola.  Na década de 80, formou-se em Letras na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), tornou-se professor de português e literatura do ensino médio e fundamental.

Nessa época mudou para Santa Tereza, de onde nunca mais saiu “Para mim, o bairro sempre foi e ainda é uma grande família, na qual todos têm uma veia poética ou artística, todos se reconhecem e têm algum tipo de ligação. Aqui me lembrar muito uma cidade do interior mesmo”, comentou.

Macunaíma Livros

Cesinha, apaixonado por livros, antes de entrar para a faculdade, já tinha seu próprio acervo com aproximadamente três mil livros, que foi só aumentando. Segundo ele, a falta de dinheiro na época fez com que começasse a vender alguns exemplares. “Eu era muito apegado aos meus livros, mas a necessidade fez com que eu mudasse, quando eu vendi meus dois volumes da obra completa de Fernando Pessoa. Naquele momento eu aprendi a desapegar, mas me lembro, que vendê-los foi um corte no meu coração. Depois disso foi mais fácil e aí comecei a dispor de outras obras da minha biblioteca”, comenta.

A origem da livraria Macunaíma Livros foi na Rua Capitão Bragança, quando Cesinha e um amigo se uniram para comercializar seus os acervos. O nome Macunaíma é uma homenagem a Mario de Andrade. “Sou apaixonado pela Semana de Arte Moderna de 1922 e Macunaíma para mim é uma das obras primas da literatura brasileira”, ele explica.

 Desfeita a sociedade, ele continuou sozinho e hoje em dia sua maior clientela é virtual. “Já estou aqui na Rua Azurita há 12 anos, mas praticamente minha venda é feita totalmente pela internet, esse tipo de negócio online revolucionou o mercado de livros usados, facilitando o acesso. Mas confesso que para mim nada tira o prazer de ir a um sebo, caçar um livro antigo, um livro raro ou achar algo interessante”, contou.

Acervo e curiosidades

Com aproximadamente 5000 exemplares cadastrados, no acervo pode-se encontrar todo tipo de livro, como literatura estrangeira, brasileira, história, autoajuda, entre outros. O mais antigo, mais raro e também mais caro é uma encadernação de exemplares do jornal Don Quixote, que circulou no Brasil de 1898 a 1902, foi editado e ilustrado pelo desenhista ítalo-brasileiro, Ângelo Dagostine, o mais importante artista gráfico da época. “Tenho dois volumes com 46 jornais cada um, e de acordo com uma pesquisa que fiz só quem tem essa obra completa é a Biblioteca Nacional”, explicou.

Outro livro antigo que pertence à livraria é a edição portuguesa “O Bobo”, de 1878. Cesinha conta que “esta obra tem uma história interessante, pois na época ela foi pirateada aqui no Brasil antes de ser lançada em Portugal. Os textos saíram em um livro aqui no Brasil, no Rio de Janeiro, antes de laçarem o livro”. Há também outros exemplares raros como a primeira edição (1953) de “Memórias do Cárcere”, de Graciliano Ramos, com quatro volumes, com a reprodução do retrato do escritor pintado por Portinari.

Já o maior livro da loja é uma edição comemorativa de 120 anos da Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerias, o Suplemento Literário de Minas Gerias de 2012 e o menor livro é um microdicionário de inglês /português.

Quem quiser conhecer a livraria ou precisar de algum livro é só ligar: 99867-1778. Macunaíma Livros – Rua Azurita, 312 – Santa Tereza – BH
Coisas de Santê

Anúncios