Feriado com programação especial para a criançada - Santa Tereza Tem
Logo

Feriado com programação especial para a criançada

Feriado com programação especial para a criançada em vários espaços

Neste feriado da Semana Santa, Belo Horizonte tem uma programação especial para crianças e adultos com exposições, brinquedoteca, oficinas entre outras atividades.

Festival de Arte para as Infâncias

O FenAPI, Festival Nacional de Arte para as Infâncias de Belo Horizonte traz diversas atrações neste final de semana prolongado. Uma delas será na Praça Duque de Caxias, com apresentação do espetáculo Malassombros – Contos do Além Sertão, no dia 19, às 19h30.

Confira a programação

19 de abril – Sexta-feira

INTERVENÇÃO COM CAIXAS DE TEATRO LAMBE-LAMBE
(Cia LuaPraRua – Teatro de Formas Animadas – Catas Altas / MG)
10h na Praça da Liberdade

A “Intervenção com caixas de Teatro Lambe – lambe” reúne três diferentes caixas: “Quintal”, “Como Água Pro Sertão” e “A Lavadeira”. Cada uma com sua encantadora história, convida o público a adentrar e se surpreender com o universo do teatro em miniatura.

MALASSOMBROS – CONTOS DO ALÉM SERTÃO (Teatro de Retalhos – Arcoverde / PE)
18h30 na praça Duque de Caxias – Santa Tereza

Dona Nina abre o terreiro de sua casa para receber todo mundo que gosta de ouvir histórias. Mas não qualquer história! As dela são de dar calafrio e arrepiar os cabelos! Mas não precisa fugir correndo, com a ajuda dos vizinhos Seu Biu e Zé das Cangas, nossa anfitriã pode acabar arrancando umas boas risadas.

Malassombros – Contos do Além Sertão

20 de abril – Sábado

ABENA (Cia Bando – Belo Horizonte / MG)
15h no Parque Municipal  Américo Renné Giannetti

Que Abena é uma das princesas mais belas de todo o mundo, não há quem discorde! Pretendentes de todas as partes esperavam ter sua mão em casamento. Diante de tanto cortejo o jeito foi fazer uma grande disputa! Mas o coração de Abena… Ah, o coração já estava preenchido de amor por alguém. Mas nessa disputa, quem será o vencedor?

JUVENAL, PITA E O VELOCÍPEDE (Pandorga Cia de Teatro – Rio de Janeiro / RJ)
17h00 no Teatro Espanca!

Juvenal relembra as histórias dos tempos de infância a bordo de um velocípede e na companhia da melhor amiga, a Pita. Enquanto espera a amiga chegar ao teatro, ele relembra diversas histórias dos tempos de criança: como ele recebeu o nome Juvenal, o dia em que ganhou o velocípede do tio, a paixão pelo personagem japonês Ultraman, como ele conheceu a Pita, entre outras.

Juvenal Pita e o Velocípede – Foto: crédito Renato Mangolin

21 de abril – Domingo

PATUSCADA 
(Rafael Protzner – Belo Horizonte / MG)
15h no Cine Teatro Brasil Valourec (Teatro de Câmara)

Festa, balbúrdia, bagunça! Em um encontro festivo e divertido com o público, o ator improvisa cenas vestindo diferentes máscaras – personagens desenvolvidos a partir das máscaras do teatro balinês, o Topeng. As cenas são totalmente improvisadas e a cada apresentação tem-se um espetáculo diferente.

A FESTA DO PIJAMA
(Grupo Oriundo de Teatro – Belo Horizonte / MG)
18h no Grande Teatro do Sesc Palladium

“A Festa do Pijama” é uma grande celebração ao mundo da criança, povoado por brincadeiras, disputas, histórias e estados emocionais todo próprios do universo infantil como a pirraça e o medo de assombração. Tudo revelado e vivenciado por atores em cena e com trilha sonora executada ao vivo.

Museu dos Brinquedos

O Museu dos Brinquedos, um dos principais espaços culturais de Belo Horizonte inteiramente dedicado às crianças e ao brincar, oferece, entre os dias 18 a 20 de abril, uma programação repleta de atrações culturais. Além da nova exposição “Tempo Será – histórias e memórias do brincar”, onde o público poderá apreciar o acervo de mais de 150 brinquedos que contam a história dos brinquedos e sua relação com a história da sociedade, oficinas temáticas, brincadeiras, brinquedoteca e espetáculos. O espaço funciona das 10h às 17h,

As oficinas temáticas acontecem das 11h às 15h e trazem sempre o tema da história do dia. Às 16h, o Grupo Teatral Casa de Lua apresenta os espetáculos Dona Baratinha, O Bonequinho Doce e A Bonequinha Preta – baseados nos livros de mesmo nome, sendo o primeiro um clássico da literatura infantil muito querido pelas crianças e os dois últimos pela mineira Alaíde Lisboa. Para contar essas mágicas histórias, o grupo mistura brincadeiras, músicas e contações, convidando o público para muitas aventuras.

Serviço
Data: 18, 19 e 20 de abril (quita, sexta e sábado)
Horários: 10h às 17h – Nova exposição de brinquedos “Tempo Será – histórias e memórias do brincar”, pátio de brincadeiras e brinquedoteca
11h e 15h – Oficinas temáticas: bonequinho de jornal, e dona baratinha e bonequinho com massinha caseira.
16h – Espetáculos Bonequinha Preta, Dona Baratinha, O Bonequinho Doce com Grupo Casa de Lua
Local: Museu do Brinquedo – Av. Afonso Pena, 2564 – Funcionários
Ingressos: a partir de R$ 12 (meia)
Informações: (31) 32613992

Espaço do Conhecimento UFMG

O que escapou a Aristóteles? Público descobre curiosidades sobre as leis do movimento em oficina sobre física
O que escapou a Aristóteles? A frase foi cunhada por Machado de Assis, no livro Memórias Póstumas de Brás Cubas, quando o narrador supõe que o descontentamento que acomete uma das personagens é um impulso que contagia vários outros, fazendo referência à noção de movimento do filósofo grego. A expressão agora dá nome a uma oficina do Espaço do Conhecimento UFMG, que irá discutir algumas concepções físicas no próximo sábado, 20 de abril, às 14h.
Aluno de Platão, Aristóteles viveu nos anos 300 antes de Cristo e se dedicou ao estudo de diversas áreas, como lógica, retórica e física. Ao investigar o movimento, o filósofo propôs que uma força age sobre um corpo e permanece atuando nele durante toda a trajetória. Muitos séculos depois, no Reino Unido, o cientista Isaac Newton mostrou que não é bem assim. A força, na verdade, é apenas o impulso do movimento e não necessariamente permanece atuando sobre o corpo depois de “empurrá-lo”.
Em O que escapou a Aristóteles?, os visitantes vão entender um pouco mais sobre as leis do movimento e testar suas hipóteses a partir de experimentos simples. A entrada é gratuita. Sábado, 20 de abril, às 14h.

Sábado com Libras: visita acessível pela exposição Energia em Movimento
Está em cartaz, no Espaço do Conhecimento UFMG, a exposição Energia em Movimento, que aborda as relações entre os conceitos de energia, movimento e tecnologia. Bem interativa, a mostra ficará ainda mais atraente no próximo sábado, 20 de abril, quando o projeto Sábado com Libras promove uma visita acessível em Língua de Sinais.
Às 15h, a atriz e intérprete de Libras Dinalva Andrade fará um percurso com o público surdo pela exposição, que fala sobre o que movemos, o que nos move e como movemos as coisas. A mostra fica aberta até 30 de setembro e é resultado de uma parceria com a Petrobras. A curadoria é do professor da Escola de Arquitetura da UFMG Jose dos Santos Cabral Filho. A entrada é gratuita, e a classificação é livre. Sábado, 20 de abril, às 15h.

Experimentando! Crianças descobrem como cientistas fazem experimentos de laboratório
Nosso planeta tem uma história que remonta a bilhões de anos, mas apenas há poucas décadas começamos a entender como a vida surgiu por aqui. Por volta de 1950, o cientista Stanley Miller simulou as condições da Terra primitiva em laboratório e conseguiu mostrar que moléculas orgânicas podem ter surgido de reações na atmosfera. Esse e outros casos de estudos químicos importantes para a evolução da ciência serão contados no Espaço do Conhecimento UFMG.
A atividade Experimentando! Química e o experimento de Miller é voltada para crianças de até 10 anos e acontece no próximo sábado, 20 de abril, às 18h15. O cenário da oficina é a exposição Demasiado Humano, onde há uma reprodução do laboratório do cientista. A participação é gratuita. Basta retirar uma senha na recepção. Sábado, 20 de abril, às 18h15.

Caminhos do movimento: percurso por exposição aborda fluxos migratórios, mobilidade urbana e movimentos sociais
É impossível experimentar o mundo sem energia e movimento. Esses conceitos estão dentro de nós e se manifestam de diversas formas: pulsação, curiosidade, identidade. Mas, eles não dialogam apenas com o indivíduo. A atividade Caminhos do Movimento: fluxo, que acontece no domingo, dia 21 de abril, às 15h, vai mostrar que tais dinâmicas se aplicam à coletividade também.
Recém-inaugurada, a exposição interativa Energia em Movimento, uma parceria com a Petrobras, é palco da atração. Os visitantes farão um percurso pela mostra na companhia dos mediadores do museu, que vão chamar atenção para os movimentos sociais recentes e os fluxos migratórios pelo globo, abordados pela seção O que movemos?. Mapas sobrepostos e fotografias de grandes cidades instigam a discussão, que passa ainda pela mobilidade urbana.
A atividade é gratuita e voltada para maiores de 06 anos. Para participar, basta retirar uma senha na recepção. Domingo, 21 de abril, às 15h.

Serviço
Data: 20 e 21 de abril (sábado e domingo)
Horário: 14h às 18h15 (sábado) às 15h (domingo)
Local: Espaço do Conhecimento – Praça da Liberdade, nº700.
Entrada gratuita

Anúncios